segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Modelos T21 - Diário de uma campanha

E mais uma reportagem sobre a nova campanha T21.
Agora é a vez de um video com os nossos modelos.
Para ver o video só tem de aceder ao seguinte link:

http://pais21.blogspot.com/2008/12/modelos-t21-sesso-de-fotografia-para.html

Até uma próxima.

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Finalmente o NATAL!!!

Olá malta.
Estou aqui para vos contar como foi o meu Natal.
Só vos posso dizer que foi um espectáculo.
Passei o Natal em casa da Avó Odete e do Avô Pereira com a minha família toda.
Só é pena que a minha Kika não pôde estar, mas ela tinha que ir ver a Avó Maria e por isso eu não me importei tanto.
Recebi muitas prendas e todas muito giras. Fartei-me de brincar com os meus primos e a Mãe fartou-se de tirar fotos.
Gostei muito mesmo. É muito bom estar com a família toda junta.
Eu gosto muito deles todos.
E para terminar, queria só dizer-vos que por muito que a Mãe diga que o Pai Natal não existe, eu continuo a dizer que existe. Eu sei que ele é o Tio Artur. ;o)

Boas Festas a todos.

O Tesourinho

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Boas Festas

Olá a todos.
Queriamos desejar-vos um Feliz e Santo Natal e um 2009 cheio de coisas boas.
Este ano fazemo-nos acompanhar de meninos especiais nestes votos…

P.S.: Para os menos atentos, o Tesourinho faz parte do postal. É o único menino “colorido”

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

A prenda da D. Adosinda

Pois é, a D. Adosinda deu uma prendinha ao Tesourinho e com ela um novo poema.
Como acho muito bonito, quis partilhar com vocês.
Natal

Natal tempo de Paz e Amor
De luzes, sininhos e prendinhas
Nasceu Jesus Rei e Senhor
Deitado humildemente nas palhinhas

Natal, tanta alegria
Uniu-se a terra ao céu
O filho da Virgem Maria
Cumpriu a aliança que Deus prometeu

Jesus veio ao mundo para nos ensinar
A crescer com Paz e Amor
Connosco vai caminhar
Jesus nosso Deus e Senhor

Bruno

Que o Deus Menino
Agora nascido
Cresça no teu coração pequenino
Que Ele esteja sempre contigo

Santo e Feliz Natal

Adosinda Antunes

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Um dia muito atribulado

Hoje o Tesourinho teve um dia em cheio...
Saímos de manhã rumo á escola, mas isso é o normal..... mas depois a Mãe foi buscá-lo para ir á terapia da fala no Diferenças... A Dra. Filipa achou que o Tesourinho tinha feito bastantes progressos nas 3 semanas que esteve sem o ver. Disse mesmo á Mãe que ela tinha feito um bom trabalho com ele, e que na proxima sessão ia-mos tentar começar com recursos novos para aprender o “S”.
Depois disso, e como se portou muito bem na sessão, o Tesourinho e a Mãe foram-me buscar ao trabalho e fomos todos comer ao McDonald’s, a comida preferida do Bruno.
Mas o mais giro é que depois de comer, o Tesourinho foi para o trabalho da Mãe em vez de ir para a escola, pois no final do dia ia-mos á Ajuda de Berço, e por isso não valia a pena ir para a escola só por um bocadinho.
Pois é, fomos visitar os meninos do Ajuda de Berço, e levar uma prendinha para dois meninos.
O Tesourinho gostou muito de rever as pessoas que trataram dele durante a estadia dele lá, e gostou tambem de brincar com os outros meninos.
É incrivel a capacidade de adaptação das crianças face a desconhecidos. E não falo do Bruno, porque desde a adopção ele passou a ser uma criança muito dada, graças á Mãe dele, que faz questão de o mostrar ao mundo, mas falo das outras crianças, que só para terem 5 minutos de atenção de uma pessoa estranha, faziam de tudo.
Não foi só o Tesourinho que brincou com as crianças. Eu e a Mãe também. A Mãe fartou-se de andar pelo chão com várias crianças de volta dela, e o Tesourinho de vez em quando a espreitar... Principalmente quando chegou a vez de uma menina em especial, que a Mãe se apaixonou e andou com ela ao colo. Escusado será dizer que a Mãe teve que andar com os dois ao colo, porque o Tesourinho é muito ciumento. Eu também andei pelo chão com algumas crianças, mas a que mais me tocou foi, um lindo menino com paralesia cerebral, que não faláva, não andáva e pelo que me disseram, nem compreendia o que lhe diziamos, mas ironia do destino, brincou tanto comigo e fazia tanta coisa que eu lhe dizia. Eu só posso dizer que depois de muita brincadeira com ele e das gargalhadas lindas que ele dáva, eu quase não aguentáva as lágrimas nos meus olhos. É muito gratificante quando vemos que uma criança que não percebe nada, se agarra ao nosso pescoço e nos faz miminhos, e pede simplesmente um colo. É simplesmente maravilhoso. E vermos o Tesourinho a disfarçar que brinca para estar a controlar o que a Madrinha dele estáva a fazer sempre agarradinha a outro menino, é delirante... Posso-vos dizer que apesar de sair de lá com as lágrimas nos olhos, senti-me feliz por ter dado um pouco de amor a mais uma criança diferente.
Obrigada Dra. A.S.M. por nos ter dado uma vez mais a oportunidade de um serão na companhia destes anjinhos.

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Sessão fotográfica

Já conseguimos as imagens da preparação da sessão fotográfica.
Agora só falta a campanha…
Mas dá para mostrar que, no dia 29-11-2008, dia da sessão fotográfica, o Tesourinho se portou realmente como uma verdadeira Estrela.

Até teve direito a maqueagem e tudo....


terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Casting para a campanha do Diferenças

Olá!
Já vi que a minha Mãe já falou sobre a campanha que eu fui fazer para o diferenças…
Assim pensei que como não temos o resultado final da campanha, podia mostrar-vos como me portei no casting.
É verdade, ouve casting…
E entre vários meninos, eu fui um dos escolhidos.
Toda a gente fica rendida ao meu lindo sorriso… não acham?????
P.S. Queria aproveitar para mandar um beijinho muito especial para a Avó Maria que faz hoje aninhos... Parabéns Avó Maria.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Fim de semana grande em GRANDE!!!!

É verdade, foi um fim de semana grande, em grande...

No sábado, apesar da chuva e do frio, o Tesourinho teve de saltar da cama cedinho, é que tinha uma sessão fotográfica para uma campanha que vai haver sobre Trissomia 21.
Terminada a sessão, em que o Tesourinho se comportou como uma verdadeira Estrela, eram quase horas do almoço.
Fomos almoçar a casa da Avó Odete e do Avô António. O almoço não podia ter terminado de melhor forma... estava a chover muito e começou a cair pedra. No final, quando fomos ver a rua, parecia que tinha nevado de tantas pedras grandes que cairam. Estava tudo branquinho lá fora... O Tesourinho gostou muito.....
A televisão não parava de passar imagens do Norte do país coberto de neve...
O primeiro nevão do ano foi muito bonito....

No domingo os Avózinhos vieram almoçar a nossa casa... A cozinheira foi a Madrinha....
Antes de os Avós chegarem, fizemos a nossa tradição de Natal: o Tesourinho e a Madrinha tocaram e cantaram algumas musicas, enquanto a Mãe decorava a árvore de Natal e fazia o Presépio.
A chegada dos Avós foi uma festa... É muito raro o Bruno ter os Avós cá em casa só para ele... Até deu para estar deitado no sofá com o Avô António a fingir que dormia uma sestinha....

Hoje, 2ª feira, fomos almoçar com os Avós.... O Tesourinho aprendeu a "dar graxa" à Avó Odete. Passou uma boa parte do tempo a chamar-lhe Avózinha.

P.S.: O fim de semana grande só não correu melhor, porque a Madrinha esteve muito doentinha, mas mesmo assim, teve energia para dar um colinho ao Tesourinho (foi tão bom que ele adormeceu)...

terça-feira, 25 de novembro de 2008

O primeiro puzzle feito com vontade

É verdade, no fim-de-semana passado o Tesourinho esteve, cheio de vontade, a fazer um puzzle com a Mãe.
Claro que teve um bocadinho de ajuda, mas portou-se muito bem.
Até teve direito a que a Mãe fizesse uma “festa”… com muitas palminhas e depois beijinhos e abracinhos…
O Tesourinho ficou todo contente por ter conseguido.

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Aniversário da Catarina

Pois é, o Tesourinho tem uma vida social muito agitada…

No passado sábado, fomos à festa de anos da Tia da Carolina. É verdade, a nossa amiga Catarina fez 20 aninhos…
O Tesourinho estava um bocadinho baralhado…
Os anos da Catarina foram festejados em casa da Avó Maria, mas a Avó Maria e o Avô Aniceto não estavam. Na cabecinha dele aquilo não fazia muito sentido…

Mas ficou todo contente, porque pode pegar na Carolina ao colo.
E até “andou” de mota, numa mota a sério…

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Aniversário da Carolina

Não resisto....
No fim de semana passado, fomos a mais uma festa de aniversário (não fazemos outra coisa desde Setembro). Desta vez foi uma bebé que fez um aninho.

É a sobrinha-neta-afilhada mais nova da nossa madrinha...


O Tesourinho divertiu-se muito. Fartou-se de brincar com miúdos e graúdos... Foi um dia muito bem passado.

Até tivemos direito a uma foto digna de candidato presidencial à Casa Branca (como diz a Raquelina)...


A brincadeira do engraçadinho

Olá!!!
Sou eu outra vez, o Tesourinho.
Pedi á minha Kika se me deixáva passar por aqui só para vos mostrar uma brincadeira que eu gosto muito.
Digam lá que não estou tão lindo com os chinelos da Madrinha Kika!!!

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

O poema da D. Adosinda

A D. Adosinda Antunes escreveu umas palavras muito bonitas para o Tesourinho que achei que devia partilhar com todos.


Senhor Jesus

Eu Te entrego o Bruno para que abençoes e fades bem
Ajuda-o a crescer com saúde, e cheio de amor
Que ele dê muitas alegrias á sua mãe
E sejam felizes, eu Te peço, com fervor

Bruno Miguel!

És lindo, tens ternura no olhar
Teus olhos parecem dizer
Mãezinha vem me abraçar
Eu não te quero perder

Quero estar sempre ao teu lado
Para o que der e vier
Por ti serei muito amado
Seremos felizes, se Deus quizer

Mãe amada - És tão linda
Mãe babada - És amorosa
Mãe coruja - És fortaleza
Mãe galinha - És muito minha

É bom ser teu filho!!! ...

Adosinda Antunes

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Parte final do Tesourinho na TV

Não me foi possivel colocar o video no fim de semana e por isso peço desculpa.
Vamos então para a 4ª e última parte do programa da Fátima Lopes.

video

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Ele é ou não é uma Estrela?

Finalmente consegui carregar os videos...
Ao todo são 4 videos pois não se pode colocar tudo junto porque é demasiado grande e o blog não suporta. Hoje deixo-vos uma pequena introdução.
Não percam o próximo episódio porque nós também não... ;o)

video

terça-feira, 7 de outubro de 2008

O aniversário do Tesourinho

É verdade, o Tesourinho fez ontem 5 anos.
Estava todo feliz.

Na escola teve festinha com pinturas faciais e modelagem de balões. Disseram-me os adultos que o Bruninho esteve sempre muito bem disposto.

Não perguntei como correu o apagar da vela do bolo na escola, mas em casa... em casa correu lindamente. O Tesourinho apagou a vela do seu Tesouro de um só sopro...


Sim, a festa não terminou na escola!!!

Saiu do Jardim de Infância por volta das 17h30m, depois foi preparar a festa para a chegada dos convidados....

O Tesourinho delirou. Nunca tinha tido a casa tão cheia... e, ainda por cima, a familia veio toda... as saudades que ele tinha do Tio Artur, da Tia Elsa, da Sara e do Ricardo...

Obrigada a todos pela presença.
O meu menino adorou as festas... as prendas... as brincadeiras...

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Parabéns meu Tesourinho lindo

Puro amor de minha alma
Estrela linda e brilhante
De rostinho fascinante
Razão deste meu viver
Orgulho, carinho...bem querer.

Es toda a felicidade
Na minha vida meu filho
Razão de todo o amor
Iluminando os meus dias
Que Deus te abençoe para sempre
Um anjo em forma de gente
Eu te amarei para sempre.

Suave riso inocente
Infinita admiração
Luz divina e reluzente
Tu meu filho querido
Amor... pulsar do meu coração


Amo-te meu Tesourinho

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Fátima Lopes


Malta, malta......

Só para vos avisar que na próxima sexta-feira dia 03-10-2008 eu e a minha Mãe vamos estar no programa da senhora Fátima Lopes.

É o programa da manhã....

Quem puder, não se esqueça de ver.....

Beijocas

Bruno O Tesourinho

sábado, 20 de setembro de 2008

O inicio do ano lectivo

Começou o novo ano lectivo, a Mãe anda toda contente porque mudei de sala e de Educadora...
Como foi o inicio do ano, a Mãe pediu que eu fizesse uma carta a apresentar-me as meus novos amigos e às educadoras.
Não percebi para que é que a Mãe disse para eu fazer a carta, mas fiz-lhe a vontade.
Pedi ajuda a uma amiguinha que também tem Trissomia 21 (a Vera) e que a Mãe também lhe pediu para escrever uma carta aos colegas.
O resultado foi o que segue:


"Olá queridas crianças, pais e amigos do Jardim-de-infância da Castanheira do Ribatejo.
Chamo-me Bruno, tenho quase 5 anos e já há um ano que estou neste Jardim-de-infância. No ano passado estive na sala Azul, com a Educadora Maria José.
Talvez achem estranho que isto seja razão para escrever uma carta, afinal também vocês estão no infantário e nem, por isso, escrevem uma carta.
Foi isto mesmo que eu disse à minha Mãe. O que é que é tão especial na mudança de sala, a ponto de ter que escrever uma carta? Mas a minha Mãe acha que vos devia falar um pouco de mim. Ela acha que nos próximos tempos eu vos posso parecer um pouco diferente. A minha Mãe acha importante explicar-vos porque é que às vezes posso parecer um pouco diferente de vocês.
Eu cá acho que sou bem fixe, assim como sou e nem entendo, o que é que é diferente em mim. Enfim, se a minha Mãe acha tudo isto e se se sente mais feliz, faço-lhe este favor e escrevo a carta.
Quando conheci a minha Mãe, disseram-lhe que eu tinha Síndrome Down, nome do médico inglês Langdon Down que descobriu esta Síndrome.
Ter Síndrome Down significa que que cada célula do meu corpo tem 47 cromossomas (é assim que se chama aqueles pequenos pacotinhos que contem toda a nossa informação genética) em vez de 46. Tenho um cromossoma a mais. Também se pode chamar de trissomia 21, porque se trata de um cromossoma adicional no par 21.
A Síndrome Down não é uma doença (muito menos contagiosa), por isso não tem cura. É errado falar, como por vezes se ouve por aí, do chamado Morbus (= latim: doença) Down. Eu cá sou bastante saudável.
Pessoas com Síndrome Down também não são mais perigosas ou loucas do que as pessoas sem Síndrome.
Também é errado falar de Mongolóides ou pessoas mongolóides. Pessoas com Síndrome Down têm por vezes os olhos mais rasgasdos, mas não pertencem, por isso, ao respeitável povo Mongole. Eu cá tenho um bilhete de identidade português, não tenho um mongole. Mas quando for grande quero viajar muito e, talvez nessa altura, visite a Republica Popular da Mongólia e encontre lá mongóis com Síndrome Down.
A minha Mãe disse-me que devido à minha Síndrome eu por vezes serei um pouco mais lento em certas coisas. Diz também que eu vou aprender tudo, também mais tarde na escola vou aprender a ler, a escrever e a fazer contas. De vez em quando vou é precisar de mais tempo. Mas vocês também não são todos iguais. Alguns de vocês são mais rápidos e outros mais lentos e eu, provavelmente serei daqueles que precisam um pouco mais de tempo.
Esta conversa da minha Mãe sobre a Síndrome Down e sobre o aprender aborrece-me um pouco. Eu cá prefiro brincar e de preferência com os meus amigos do Jardim-de-infância. O que é que interessa o que cada um de nós tem? Ou vocês apresentar-se-íam assim: Sou o fulano, sou míupe, hiperactivo, agressivo, gordo e a minha perna direita é mais curta que a esquerda?
Aliás tenho imensa pena que o nome do senhor que descobriu a minha Sídrome se chamasse Down, que em inglês significa “para baixo” ou “em baixo”. Eu cá sinto-me mais “para cima” ou “Up”. O meu primo mais pequenino, o Tiago, também concorda comigo quando lhe dou um daqueles grandes abraços e beijinhos. Tenho mesmo pena que não se fale da Síndrome Up.
Bem, parece-me que já falei bastante de mim. Agora é a vossa vez, talvez me possam contar quando estivermos a brincar, tenho a certeza que vamos descobrir que todos somos diferentes. O mais importante é que todos nós, independentemente de nos chamarmos Bruno, Vera, Luís ou Tiago nos possamos divertir na nossa escola.
Se ainda tiverem perguntas relativamente à minha carta ou em relação a mim, podem sempre falar com a minha Mãe.
Estou ansioso para que possamos brincar juntos.
Bruno"

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

As férias em Vila Marim

Olá!!!
Hoje sou eu que escrevo, o Bruno.
Cheguei agora de férias com a minha Madrinha. Fomos para Trás-os-Montes. A avó Maria tem lá casa e fomos lá passar uns dias. No início eu tinha um certo receio pois a Mamã não ia connosco, mas depois como a Mãe disse que eram só 15 dias, eu fiquei mais descansado, e adorei ter lá estado. Foi tão divertido.

Fartei-me de brincar no terraço, e até perdi o medo aos cães. Fiquei lá com uma amiga canina que é muito meiguinha. Ela é a Petra.

E não sabem o melhor, a Maria também foi de férias para Vila Marim. Brinquei muito com ela. Eu gosto tanto dela…

Tenho de confessar que até tive pena da avó Maria. Eu sou um bocadinho chato, e estava sempre a pedir á avó para cantar para mim. É que ela canta tão bem que eu não resisto. E sorte a minha que a Madrinha Kika levou a guitarra e tivemos todos a cantar.

As férias não podiam ser melhor não é???? NÃO!!!
A minha Mãe fez-me uma surpresa e apareceu lá no fim-de-semana. Fiquei tão feliz…

Madrinha Kika, para o ano há mais não é??????

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Um dia no trabalho da Mãe

Na sexta-feira passada, o Tesourinho não quis ir para a casa da ama.

Acabou por vir com a Mãe para o trabalho.

No trabalho, a Mãe não consegue dar tanta atenção e por isso, o Tesourinho trouxe o PC.

Passou o dia a ver os vídeos do “Avô Cantigas”, do “Joka”, do “Orelhinhas”, do “Noddy”, etc.
Acabou por se divertir um bocadinho….
Até parece um homenzinho a trabalhar….

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

As férias

Finalmente o dia 21 de Julho e o inicio das férias.
Esta primeira semana foi um bocadinho complicada... muita coisa para tratar, inclusive uma consulta do Tesourinho no otorrino, para ver se continuava tudo a correr bem com os tubinhos nos ouvidos. Graças a Deus continua tudo bem.
A segunda semana finalmente ficámos relamente de férias... Fomos à praia, à piscina,...

Passeámos muito... O Tesourinho tem andado felicissimo...
Na última semana de Julho fomos ao cinema ver o “Kung Fu Panda”.

Eu pensava que o Bruno não ia ligar muito ao filme, porque é muito tempo numa sala de cinema às escuras.
Erro meu... Mal se apagaram as luzes, o Bruninho ficou cheio de medo, mas rapidamente acalmou e vê-lo a assistir ao filme foi uma coisa indescritível...
O menino adorou o filme e não se cala com o Kung Fu...
Agora é só golpes de Kung Fu para cá e Kung Fu para lá...

P.S.: Peço desculpa á mãe por ter sido tão egocentrica e não ter posto nenhuma foto com ela. Sorry. lol

terça-feira, 15 de julho de 2008

Desabafo sobre inclusão e educadoras

Cada vez mais penso que não temos de colocar questão nas escolas inclusivas para os nossos meninos com Trissomia 21. Penso que, na generalidade, vai sendo desenvolvida a inclusão nas escolas públicas (pelo menos onde conheço).
O que penso que vai faltando é formação e senso comum a muitos educadores…
No início do ano lectivo foi um stress porque a educadora da sala do Tesourinho estava de baixa… Finalmente foi colocada uma educadora, à qual o Tesourinho se adaptou (e eu também).
Em Março a educadora da sala regressou e começámos logo muito mal. Num dos primeiros dias dela, a dita senhora, liga-me e diz-me: “Sabe, é a primeira vez que tenho um mongolóide na sala. Eu vou trabalhando com os outros meninos da sala e quando consigo um bocadinho tento trabalhar com o Bruno. Até porque o Bruno precisa de ficar no mundo dele”.
Quem me conhece sabe tudo o que me passou pela cabeça e o que eu cheguei a dizer…
Mas não é por isso que agora escrevo.
Esta “senhora”, ao fim de três meses e pouco, cansou-se de “aturar meninos” e voltou a meter baixa…
Voltaram os problemas… O que fazia com o Tesourinho? Onde o deixava?
Finalmente, duas semanas depois foi colocada outra educadora…
Mais uma batalha, mas pelo menos o menino estava de volta à escola…
No dia 8 de Julho, a educadora da sala regressou depois da baixa, para estar dois dias com os meninos… E fazer a avaliação…
Ontem fui à escola para a reunião de avaliação da educadora da sala (que felizmente nada tem a ver com a avaliação da educadora de apoio e a do Diferenças) …
Nesta avaliação, o Bruno praticamente não tem itens adquiridos. Está quase tudo não adquirido. Inclusive, o menino diz bastante perceptível o meu nome, e de forma menos perceptível, mas completo, o nome dele.
Ambos estes itens foram considerados não adquiridos.
Depois itens que todos sabemos que o Tesourinho tem emergentes, como saltar ao pé-coxinho (ele ainda cambaleia muito e tem necessidade de por o outro pé no chão), a “senhora educadora” considerou adquirido…
Será que os educadores não sentem a menor necessidade de conhecer os meninos que têm na sala?
Serve-me apenas de “algum consolo” o facto de não ter sido só ao meu menino que a avaliação foi mal feita.
Esta avaliação também foi mal feita a um menino hiperactivo da sala do Bruno.
Felizmente, na escola do Tesourinho há uma educadora que vem do ensino especial. Em princípio, no próximo ano lectivo, o menino passará a frequentar a sala desta educadora…

quarta-feira, 2 de julho de 2008

Final do ano lectivo

Com o final do mês de Junho, chegou também o final das actividades de apoio à família na escola do Tesourinho…

Todos os encarregados de educação e familiares dos meninos que usufruíram destas actividades foram convidados a assistir a uma festinha preparada pelos meninos, com o apoio (e controlo) dos animadores.

Fomos (os encarregados de educação) apenas incumbidos da questão da indumentária dos meninos. Eles deveriam ir para o Jardim-de-infância com uma camisola da cor da respectiva sala, de calções e sapatilhas.

Assim foi… O Tesourinho foi para a escolinha todo vestido de azul… Estava lindo… (Ele é lindo…)
Logo para começar havia uma actividade de ginástica… como sei que não são nada exigentes com o meu Tesourinho, pensei: “ele não vai fazer nem metade…”.

Engano meu...
Deixaram o meu Tesourinho para o final, porque ele precisava de mais ajuda do que os outros meninos, mas deu a cambalhota que era suposto dar no inicio, saltou os arcos, driblou a bola (e está cada vez melhor a faze-lo) brincou com o arco e até se deitou no chão para passar por baixo das cadeiras…
Nesta altura olhou para a animadora, riu-se para ela (em tom de gozo), virou-se para o público a dançar e correu para a Mãe (ou seja: para mim) …

A seguir vinham as tão esperadas danças de salão.
A sala azul (a do Tesourinho) foi a última. As danças eram em grupo (tipo aula de aeróbica) e o Tesourinho resolveu inventar uma coreografia nova. Mas como ele é muito musical, esteve sempre no ritmo e correu tudo muito bem.

Um obrigado muito especial à Associação de Pais da Escola do Tesourinho, por terem cuidado tão bem dos meninos nas Actividades de Apoio à Família e por terem preparado esta festinha.

terça-feira, 24 de junho de 2008

Discriminação, ou não…

Falando em Trissomia 21, automaticamente me vem á cabeça a palavra discriminação.
Mas felizmente nem todas as pessoas são iguais, e posso dizer que sou afortunada por ter uma família que não discriminam as pessoas pelo facto de serem portadoras de T21.
Ainda me lembro quando comentei com a minha mãe que a minha amiga ia adoptar uma criança que era pretinha e tinha trissomia 21. Resposta imediata da minha mãe; “Que é isso???”. E eu lá lhe expliquei, que é o termo usado para dizer que o menino é “mongolóide”. E mais uma vez a resposta dela foi; “Ah, isso!!!! Isso não é nada…”
Talvez por isso, o Tesourinho foi sempre bem acolhido na minha família, e automaticamente adoptou-a como sendo dele também, e a minha mãe é a Avó Maria, e ela encantada que ele a chame assim.
E este fim-de-semana, foi de festa na minha família, pois o meu sobrinho e também afilhado, Francisco, fazia a primeira comunhão e o Tesourinho e a mãe foram convidados, pois já fazem parte desta grande família.O Bruno estava super feliz pois teve a Avó Maria só para ele um bom bocado e também a Catarina que ele já tenta dizer o nome. O Francisco ia todo bonito e até tiraram uma foto juntos. Fico feliz quando vejo estas festas familiares que na minha família sempre houve, e nela não existe a palavra discriminação.

quarta-feira, 18 de junho de 2008

Fim de Semana Surpresa e regresso ao Jardim de Infância

Finalmente, nesta terça-feira o Tesourinho voltou a ter aulas. Após uma interrupção de duas semanas.
A educadora ficou de baixa (de novo) e foi necessário abrir concurso, que teve de estar aberto durante 3 dias úteis. Ainda por cima era uma semana cheia de feriados em Lisboa...

Parece que finalmente, na quinta-feira, saiu fumo branco na reunião do executivo... Foi escolhida a educadora. Na sexta-feira ela não se apresentou no agrupamento. Isto queria dizer que as "aulas" não recomeçavam segunda-feira.

Como tenho a mania de ser optimista e sabia que a educadora tinha 48 horas uteis para se apresentar fiquei confiante que na terça-feira já teriamos educadora.

Eu nem queria pensar muito no assunto....

Até porque os avós, os tios e o primo mais novo iam de férias e eu resolvi fazer uma surpresa a todos. A casa de férias estava marcada a partir do dia 14 às 16 horas...

Eu, o Bruno e a nossa Madrinha "motorista", internacionalmente conhecida como Kika, pusemo-nos a caminho logo de manhã.

Chegámos ao destino de férias dos avós muito antes deles... Passeamos na praia, fomos a uma esplanada, divertimo-nos muito....
Finalmente, os veraniantes chegaram e pudemos estar todos juntos.
O Tesourinho estava muito feliz... O primo já vai estando crescido e já brinca... Finalmente um menino para brincar o fim de semana todo...

Chegou a tarde de domingo, e com ela a hora de regressar... Segunda-feira era dia de trabalho.

O Bruninho teria de ir para casa da Patricia, por não haver ainda escola.

Às 11h30m recebi a tão esperada chamada da escola: "Bom dia. É a Mãe do Bruno Pereira? É só para dizer que já temos educadora e que amanhã recomeçam as aulas".

Que alivio... É que eu não tinha onde deixar o menino...

O fim de semana passado correu tão bem e o Tesourinho gostou tanto que a Mãe e a Madrinha estão a pensar repetir a façanha de fazer aqueles kms todos de novo, só para que o menino possa brincar com o primo, num espaço onde a Mãe o deixa estar completamente à vontade.

terça-feira, 17 de junho de 2008

Um salto no tempo

Várias coisas se passaram desde que o Tesourinho se tornou numa estrela.
Uma delas foi que teve de ser operado. É verdade.
Numa das consultas de rotina do Tesourinho, disseram á mamã que ele tinha de ser operado aos adenóides e ouvidos. A mamã assim que ouviu a palavra operação ficou logo tristonha, pois afinal, o nosso Tesourinho tendo insuficiência cardíaca, tinha que ter procedimentos diferentes para ser operado. Foram horas de angústia que depois de algumas complicações, pois encontraram um cenário pior do que esperavam, tudo ficou bem. Agora o Tesourinho tem uns tubinhos nos ouvidos para ouvir melhor. Temos que esperar que caiam sozinhos ou então terá que ser submetido a mais uma operação para lhe retirar os tubos. Pobre coraçãozinho do pequenote.
Outra das coisas que também se passou, é que o Tesourinho começou a fazer terapia da fala e até já sabe dizer o nome da mãe (Maía Bua Peeia).
Eu deixei de ser só Kika e passei a ser a Magunha Kika. Já tentamos dizer muitas coisas…
Também tivemos a avaliação e mais uma vez o Tesourinho demonstrou que é grande.
Vejam por vocês mesmos a tabela.

Legenda:
A - Escala Motora
B - Escala Pessoal e Social
C - Escala Audição e Fala
D - Escala Coordenação Olho-Mão
E - Escala Realização
F - Escala Raciocinio Prático

terça-feira, 10 de junho de 2008

Bruno Super Star

A coisa que mais confusão me faz, desde que tenho o meu Tesourinho, é que toda a gente fica a olhar para ele na rua e a dizer que ele é tão lindo. Eu sei que ele é lindo, mas...

Certo dia, estavamos muito bem a sair do H&M, quando duas senhoras vieram ter comigo, com o Tesourinho e com a Madrinha. Começaram por dizer que não levasse a mal, mas que tinham estado a reparar no menino e que ele era tão lindo e tão bem comportadinho e...

Concluindo, as senhoras faziam parte da agência “Geração Radical” e estavam a organizar um desfile que incluia figuras públicas e meninos diferentes.

Disseram que já tinham tudo tratado, mas que se eu aceitasse ainda tentavam ver de um fatinho para o Bruninho ir desfilar com uma figura pública.

Achei que ia ser muito giro para ele e disse imediatamente que sim...

Uns dias depois lá estavam elas a informar que iam conseguir o fatinho para o menino. Ele ia desfilar de pijama, a figura publica que o ia acompanhar era a Cristina Cavalinhos e o desfile teria lugar na escadaria de zona das merendas do Jardim Zoológico de Lisboa.
No dia 14, há hora marcada, lá estavamos nós para que o Bruninho participasse do desfile. Entre os convidados do Bruno estavam a Madrinha, a Maria – que acompanhou o Bruno até ao Jardim Zoológico e de volta para casa –, os Avós, os Tios e os Primos.
O Bruno, ficou muito desconfiado quando as figuras publicas se começaram a aproximar dele. A Luciana Abreu nem sequer teve direito a um sorriso... Mal a viu, o Tesourinho escondeu-se atrás da Mãe. Mas ele gostou da Cristinha Cavalinhos... Que alivio!!! Afinal ia correr bem...
A Cristina começou a dançar e conseguiu conquistar a confiança dele. Dentro de pouco tempo já estavam os dois a subir e a descer a escadaria, para o Tesourinho se habituar.
O desfile correu muito bem... E o Tesourinho até acabou por aparecer no Correio da Manhã ao colo da Cristina.
Obrigada Cristina. Gostámos muito de si...

O primeiro aniversário com a família

06 de Outubro de 2007... O Tesourinho fazia 4 anos e dois dias depois eu fazia 36....
O menino acordou muito bem disposto, mas isso não é novidade para ninguém... Ele está sempre bem disposto...

Mas mais bem dispostas, estávamos eu e a Madrinha... O Tesourinho o tempo todo a ser mimado e a Mãe nem sequer ralhou...

Logo depois de acordar e tomar a banhoca, o Bruno começou a receber prendas... As da Mãe e a da Madrinha...

Começou por abrir as prendas da Mãe. Rapidamente percebeu que aquilo ia dar em trabalho... Acho que detestou todas...

Chegou a prenda da Madrinha... Que felicidade!!! Uma guitarra!!! Agora o Tesourinho já tinha uma guitarra dele... e já ninguém ia dizer: não mexas na guitarra...

Estivemos entretidos a brincar e a preparar o lanche. Tinhamos convidado os Avós, os Tios, os Primos e ainda uma Tia e uns Primos que o Bruninho ainda conhecia muito mal...

Depois do almoço não tardou que a casa enchesse... O Bruno sentia-se o menino mais importante do mundo... Os olhinhos brilhavam de felicidade...

Recebeu mais prendas... e os Avós deram-lhe a prenda que ele andava a pedir à Mãe já há algum tempo. Uma bicicleta....
Ele estava encantado com tudo e com todos... E até conseguiu soprar a vela do bolo....